Azul da Natureza / BeetBlue

Azul da Natureza

Corante obtido a partir do pigmento da beterraba tem potencial de uso na indústria

BeetBlue pode ser alternativa para corante industrial

Erick Bastos / IQ-USP

Acor azul é abundante no céu e nas águas, mas não entre os organismos vivos. Em aves é resultado da forma como as penas filtram a luz branca e refletem luz azul, não pela presença de pigmento. Entre os minerais, pigmentos azuis muitas vezes contêm metais que podem ser tóxicos. Nas plantas, é uma cor ainda mais rara. As hortênsias produzem pigmentos chamados antocianinas (flor azul, em grego), que se ligam a metais e pintam as flores de azul, mas se degradam uma vez extraídos da planta. O índigo, extraído de plantas do gênero Indigofera e usado para tingir roupas, é um dos poucos corantes de origem natural adequados para o uso industrial. Uma alternativa foi apresentada hoje (3/4) em artigo da revista Science Advances: a BeetBlue…

https://advances.sciencemag.org/content/6/14/eaaz0421